Como dizer “vender igual água” em inglês?

Seis anos atrás, quando ainda trabalhava apenas como jornalista, tive a oportunidade de trabalhar numa revista muito bacana sobre história. Se hoje estou aqui escrevendo sobre idioms, é também graças a ela, pois foi lá que comecei a falar inicialmente sobre a origem das palavras para então evoluir, posteriormente, para a origem dos idioms, unindo inglês e história. Este ano, meu antigo editor (que virou amigo) está lançando pela editora Planeta um romance sobre Lampião e Maria Bonita. “Vai vender igual água“, pensei. E logo em seguida (sou dessas!) já me veio à cabeça: “como digo isso em inglês?”

A origem da expressão em português é intuitiva. Nada como uma bela golada de água num dia quente, não é mesmo? Deveria ser de graça, mas a gente paga o que for se estiver mesmo com sede e não houver um bebedouro confiável a que recorrer. Não há suco ou refrigerante que substitua. Sorte dos vendedores ambulantes, que vendem tudo e bem rapidinho. Mas e em inglês? Será que os gringos pensam o mesmo? De certa forma, sim. Mas daí não é sobre água, mas sobre algo muito mais suculento, tentador e calórico: bolo! Vender igual água ou feito água em inglês é to sell like hot cakes (às vezes, tudo junto: hotcakes) ou vender como bolo quente, em tradução literal.



Comida! Comida! Comida!


Inclua já aí esse idiom na sua lista de idioms from food (idiom com nomes de comida). Como esse é um dos meus assuntos favoritos, vai sempre ter um aqui. A origem da expressão parece óbvia. Quem não gosta de bolo saindo do forno, não é mesmo? Vende tão rápido quanto a nossa água. Mas o buraco é mais embaixo e ela guarda alguns detalhes interessantes.

Leia também:  O que significa "to go bananas"?

Não se sabe exatamente quando a expressão foi cunhada. Isso porque os primeiros registros de to sell like hot cakes datam de 1840, mas to sell like pancakes existe desde o século 15. Ou seja, é provável que, pelo menos a princípio, a referência era à panquecas (aquelas doces, que os americanos comem no café da manhã, sabe?) e não a bolos, como é agora.

Seja qual deles fosse (eu prefiro acreditar que eram bolos), eles eram a sensação na época em feiras da cidade e em igrejas, e vendiam assim que saiam do forno, de acordo com o The Phrase Finder. Para se tornarem sinônimo de algo que vendia rápido e sem esforço, foi só uma questão de tempo.



Carnaval de gordice


Mental Flossum site super legal que costuma falar de ciência e nerdices, tem uma versão mais interessante sobre a origem da expressão. Sabe aquele período antes da Páscoa em que algumas pessoas religiosas se abstêm de alguma coisa de que gostam? Pois bem, alguns dias antes de iniciar a penitência, de 40 dias, elas geralmente se esbaldam. E esse período ficou conhecido como carnaval. Mas isso você já sabe. O que tudo isso tem a ver com bolo? É que uma das possíveis explicações para a alta demanda de bolos alguns séculos atrás vem daí, o que levaria à origem da expressão. No Canadá, na Grã-Bretanha e até aqui na Austrália, esse carnaval é conhecido como Shrove Tuesday, o dia anterior a Quaresma (também conhecido como Fat Tuesday, ou quinta-feira gorda, na América do Norte). Nesse dia, pra não perder os ingredientes “gordos” que então iam estragar (já que não poderiam ser consumidos durante a quaresma), preparava-se uma alta quantidade de bolos (ou seriam panquecas?), e a expressão pode vir daí, mesmo que não fossem literalmente vendidos (ou de repente, até eram nas igrejas, nesse dia. Vai saber?)

Leia também:  Como dizer "baixar a bola" em inglês?

Curtiu? Curta, compartilhe e mande suas sugestões pra gente.

Quem leu este texto, também leu...

Curtiu? Compartilhe!

Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter

Deixe seu comentário!

Fica, vai ter bolo! E um ebook com...

5 dicas para criar um currículo em inglês!