Dicas e frases para um bom networking em inglês

Que um bom networking é uma necessidade, não é novidade para ninguém. É tão importante que “Rede de contatos” (ou “Networking” em inglês) é uma das habilidades ensinadas no curso de empreendedorismo do Sebrae no Brasil. Afinal, o que é um empreendedor sem uma rede de contatos para acionar?

Mas não somente empreendedores se beneficiam dela. É muito mais fácil você conseguir o emprego que você quer, ou ir para a área que você tanto busca utilizando a sua rede de contatos do que sendo mais um dos que está tentando. E não há nada de errado nisso. Mas você consegue fazer isso em inglês?

Não tenha medo de usar o seu networking em inglês ou em português

Talvez tenha sido uma experiência isolada, mas ouvi uma vez que “ascender usando rede de contatos não é mérito”. Na minha opinião particular, não existe nada mais equivocado do que isso.

Em primeiro lugar, uma boa rede de contatos não aparece na sua frente do nada. Ela precisa de tempo para ser criada. É necessário esforço, é necessário conhecer pessoas, se empenhar por elas (não confunda com “lamber botas”, ok?), é preciso estar no lugar certo, na hora certa. Criar uma rede boa de contatos é um esforço imenso.

E em segundo lugar, ninguém consegue nada só porque “conhece fulano”. Você pode até conseguir, num primeiro momento. Mas só mantém quem realmente está apto para tal.

Portanto, nunca tenha medo de utilizar o seu networking, seja em inglês ou em português, para chegar onde você quer (de novo: não confunda com “lamber botas”, e muito menos com ficar pedindo favor. Não é assim que networking funciona!). Lembre-se de que qualquer negócio, emprego ou posição é feita de humanos para humanos, e nós somos criaturas extremamente sociáveis. Use it in your favor!

E o que é um bom networking?

Eu diria que cerca de 70% das pessoas com quem você se conecta, vão ser resumidas em um cartão de visitas. E isso porque nem você, e nem a pessoa, farão qualquer tipo de follow-up.

Leia também:  Email em inglês: 3 passos para escrever um email formal

E por que ninguém fará um follow-up? Porque você nunca se importou de verdade com a pessoa por trás do cartão. Você até tinha alguma intenção boa por trás, vender algum serviço, comprar alguma coisa interessante… mas seja sincero: em eventos de “networking”, ou até em trocas de cartões mais informais, tudo o que você queria era falar de você.

Um exemplo prático de como NÃO se deve fazer networking:

“Nossa, você trabalha numa multinacional? Que legal, porque eu tenho uma escola de inglês e a gente ensina pessoas em empresas utilizando uma metodologia (…)”

Muito legal que você tenha uma escola de inglês. Mas por que ela importa pra mim?

O problema de você se preocupar somente com você e em como você é incrível (e eu sei que você é!), é que você apaga completamente o quão incrível a outra pessoa TAMBÉM é. E, ao apagar a outra pessoa, você nunca conseguirá aprofundar essa relação. E o que é um networking, uma rede de contatos, se não uma relação com outras pessoas?

Foque no outro também

Uma coisa que me tira do sério é quando alguém tenta me vender alguma coisa (seja um produto, serviço ou ideia) sem dar a mínima em como isso vai conectar comigo. Sendo assim, como você vai saber como o seu serviço conecta comigo, se você sequer me ouve?

Ouça. Espere. Pergunte. Em eventos de networking, num café, ou em qualquer lugar em que você pode dar o seu cartão, eu te garanto: ele será só mais um cartão se você não for alguém interessante por trás dele.

Leia também:  10 palavras em inglês para destacar o seu currículo.

Uma TED Talk de 2014 (!) chamada “The art of active networking”, do Mark E. Sackett, fala muito bem sobre isso. Conecte-se. Perguntas como:

  • Quem é você? Who are you?
  • Com o que você trabalha, ou com o que você gostaria de trabalhar? What do you do or wanted to be doing?
  • Por que você está aqui? Why are you here today? (no caso de eventos de networking)
  • Qual é a sua maior paixão? What are you most passionate about? (no sentido de: “o que te faz sair da cama todo dia?”)

São muito mais profundas, e abrem muito mais portas do que um “o que você faz?” seguido de “eu tenho um produto que…”.

Lembre-se: conecte-se com a sua rede de contatos. Ela não se criará sozinha, e muito menos sairá daquela pilha de cartões de visita que você juntou.

E como fazer um bom networking em inglês?

Agora que você já entendeu networking: the basics, é hora de falar dele em inglês. Lembre-se: networking é sobre conexão. E para tal, vale mencionar pessoas em comum, reuniões ou eventos passados, dar alguns toques, literalmente pedir um telefone ou email, e falar sobre interesses em comum.

1 – Para mencionar pessoas em comum

I was given your name/contact by Meredith Meyers.
Quem me deu seu nome/contato foi a Meredith Meyers.

Julia Kaufmann suggested I gave you a call.
A Julia Kaufmann sugeriu que eu te ligasse.

A colleague/friend mentioned your name.
Um colega/amigo mencionou seu nome.

2 – Para falar de reuniões ou eventos passados

Haven’t we met somewhere before?
Já não nos vimos antes?

We both went to that presentation/meeting/event.
Nós dois fomos para aquela apresentação/reunião/evento.

I think we met some time ago.
Acho que nos encontramos há um tempo.

3 – Para pedir ajuda ou contatos

Can I mention your name when I call him?
Posso mencionar seu nome quando ligar para ele?

She mentioned that you might be able to help me.
Ela comentou que você poderia me ajudar.

Have you got his phone number, by any chance?
Você teria o telefone dele, por acaso?

Do you have his contact details?
Você tem o contato dele?

4 – Para falar de interesses em comum

We have something in common! We’re both interested in…
Nós temos algo em comum! Nós dois gostamos de…

I see we’re in the same line of business.
Vejo que temos a mesma linha de negócios.

We both do similar work!
Nós dois temos trabalhos parecidos!

E por aí vai…

As frases acima irão ajudar a continuar a conversa após você estabelecer um contato. Porém, pessoas são imprevisíveis, e as situações de networking também. Portanto, esteja pronto para falar um pouco sobre qualquer coisa, antes de falar de trabalho ou de você. Se falar sobre tudo ainda for um problema, é hora de você iniciar um curso de inglês aqui com a gente.

Leia também:  Cursos Gratuitos: Top 5 para seu desenvolvimento profissional

Nós utilizamos as habilidades do século XXI (criatividade, pensamento crítica, etc), projetos, ensino híbrido, TED talks e uma série de outros recursos para que você consiga ter uma experiência totalmente nova e interessante pela jornada de aprender inglês.

Aprenda inglês que seja relevante e interessante para você. Fale conosco!

Quem leu este texto, também leu...

Curtiu? Compartilhe!

Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter

Deixe seu comentário!

Fica, vai ter bolo! E um ebook com...

5 dicas para criar um currículo em inglês!